The Sekhmet.

5.Egoísmo.

Posted in Sekhmet by Nathalia on 11/08/2009

Uhuu, volta as aulas que legal (not). Hoje foi um dia ‘de volta a rotina’ sem sombra de dúvidas, escola-curso-academia, coisas que não fiz as férias todas, e já estava sentindo falta (exceto da escola, como é possível perceber no meu post anterior).

Mas algo interessante aconteceu hoje na escola. Como estão indo poucos alunos, devido as aulas não estarem sendo obrigatórias até a próxima semana, uma professora resolveu fazer uma espécie de debate com o tema proposto na redação que teremos que fazer para semana que vem. No entanto um assunto liga ao outro, e como o assunto da redação tratava sobre faculdades e diplomas, se estes eram ou não necessários, acabamos chegando no assunto “emprego” e “concorrência”, e o comentário de uma colega de classe me chamou a atenção, mas não de modo positivo.

Essa colega de classe comentou algo relativo a achar bom que existam pessoas ignorantes (não porque querem, mas sim por falta de oportunidade), que são menos pessoas para concorrer com ela na faculdade ou no trabalho, que é bom que existam pessoas ignorantes, miseráveis, que não saibam ler, não tenham diploma nem do ensino médio. Não sei quanto a vocês, mas eu fiquei chocada com esse comentário, não só pelo comentário em sí, sei que existem MUITAS pessoas que pensam assim, mas desse comentário ter vindo de uma pessoa que deve ter seus 16~17 anos de idade, estuda em uma escola que não são todos que podem pagar, provavelmente tem acesso a livros e a informações diversas, no entato diz uma proesa dessas sem sequer ter vergonha de sí mesmo.

Não sou um exemplo de cidadã que está sempre ajudando o próximo, mas sempre que possível, acho que não custa nada ajudar. E porque fiquei tão chocada com esse comentário? Por que “espero” ouvir isso daqueles que não querem o crescimento de um país mais humano, que querem que o povo seja cada vez mais ignorante para que possam continuar no controle, que espera um povo que assista Big Brother e crítique os participantes, como se fosse algo realmente sério.

Eu também gostaria que passar para uma faculdade, arrumar um emprego, e ter uma vida estável fosse mais fácil, mas não é por isso que vou torcer para que o ser humano se comporte como um poodle adestrado pela mídia e poderosos. Embora muitos acreditem que não exista outra maneira, eu ainda creio que o que realmente falta, é um pouco de empenho, não só do governo, mas do país todo, para a criação de mais faculdades por exemplo, e quanto a história de ‘Ah, mas os melhores tem que ser classificados’, quanto a isso pode ter certeza que aquele que for ruim (no caso o que não se esforça, já que todos podem ser bons) vai largar a faculdade, mas não é por isso que este não pode ter oportunidade de tentar (afinal, algumas pessoas mudam), não é por isso que tem menos direito que os outros à uma vaga, não é por isso que tem que continuar a ser ignorante.

Bom, quero deixar bem claro que em momento nenhum quis deixar a minha colega de classe mal, apenas discordo da opnião dela, assim como vocês podem discordar da minha, o que importa é poder se expressar, impor seu ponto de vista. (;

;*

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Adriana said, on 11/08/2009 at 3:23 am

    Éé…por pensamentos do tipo “dane-se que o outro se ferre se eu tiver bem” que o mundo tá desse jeito… comentário ridículo da garota -_-‘


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: