The Sekhmet.

2.Cativa-me.

Posted in Sekhmet by Nathalia on 31/07/2009

Uma das coisas que mais admiro em uma pessoa é a capacidade de ser amigo. Desde de criança, estamos sempre fazendo amizades, algumas infelizmente não são verdadeiras e nos decepcionam, assim como estamos aptos a decepcionar as pessoas. Mas parece que conforme o tempo passa, por menos que você queira, acaba se distânciando daquelas pessoas na qual vc jurou uma amizade eterna, as vezes porque a vida nos impõe isso, outras vezes porque as pessoas mudam…acho que dessas, a pior é quando as pessoas mudam, você sente falta de como aquela pessoa era, e sente falta de poder confiar, além do sentimento de culpa, de não ver mais aquela pessoa que um dia foi tão especial, mas apenas como mais uma pessoa que passou pela sua vida.

Sempre acreditei que para cada um que conhecemos, temos algo a aprender, e quando se trata de se relacionar com pessoas, aprendi nem tudo é como queremos, temos que nos acostumar e aceitar as mudanças, e mesmo que vc tenha um carinho e amizade por uma pessoa, deve deixa-la ir, mesmo que ela esteja fazendo algo errado, aprendi que devemos deixar que errem. Não é amigo só aquele que avisa, mas sim aquele que está lá pronto para te ajudar, mesmo depois que errar…mesmo depois de te-lo avisado dos perigos que corria.

Muitas vezes me disseram que quando você namora, se afasta dos amigos, hoje eu posso dizer que namoro não é motivo pra se afastar de amigo nenhum, é apenas um pretexto para aqueles que não fazem esforço para manter uma amizade. Na verdade, esse post é porque a muito venho analisando as minhas amizades, as verdadeiras, e cada vez que me dou conta, o número de amigos verdadeiros diminui, mas o que importa para mim, é que estes que ‘sobraram’, embora sejam poucos, são de extrema importância na minha vida, e não quero imagina-la jamais sem estes.

Passagem do livro “O Pequeno Príncipe”.
“- Não – disse o príncipe. – Eu procuro amigos. Que quer dizer “cativar”?
– É algo quase sempre esquecido – disse a raposa. – Significa “criar laços”…
– Criar laços? – Exatamente – disse a raposa.
– Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas,se tu me cativas,nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…
– Começo a compreender – disse o pequeno príncipe. – Existe uma flor… eu creio que ela me cativou…
[…]
– A gente só conhece bem as coisas que cativou – disse a raposa. – Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
– Que é preciso fazer?- perguntou o pequeno príncipe.
– É preciso ser paciente – respondeu a raposa – Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás um pouco mais perto…
[…]
– Adeus – disse a raposa. – Eis o meu segredo. É muito simples: Só se vê bem com o coração.
‘Só se vê bem com o coração’ – repetiu o principizinho, para não esquecer.
– Foi o tempo que perdeste com tua rosa que a fez tão importante.
– Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa… -repetiu ele,para não se esquecer.
– Os homens esquecem essa verdade – disse ainda a raposa. – Mas tu não deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela tua rosa… – repetiu o principezinho, para não se esquecer. ”

Dedico essa passagem aos meus verdadeiros amigos, que sabem quem são, e em especial a memória de Carolina Ferreira de Oliveira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: